terça-feira, julho 14

LISPECTOR E EU - PARTE II

Apaguei a luz ...
e um cansaço nos ouvidos
parecido com um suspiro, surgiu.
Era ela. Voltou como se nunca tivesse partido
parou subitamente, sorriu debochadamente e disse :

- Mais um encontro contigo ? isso é insuportável

Calei-me porque é nela que me inspiro - Ela é o caminho
e ficou claro que mulher alguma ocupou meu lugar.
Seria uma provação e tanto !
sem se impressionar com meu silêncio,
murmurava versos impronunciáveis
- sedutora e espelhada.
Confesso que gostaria de escrever da mesma forma
mas não consigo me livrar da minha dúbia reputação
e de toda essa velharia.
E a sedutora Clarice rebatia ...
- para que a consciência existe ? hei de te recompensar
pela sua malícia... quando terminares avisa !
Eu me sentia fria, exausta
é assustador por onde ela caminha
Mas é assim que acontecem as frases não ditas.
Ela vai me inventar !

(CIBELE CAMARGO)

21 comentários:

Úrsula Avner disse...

Lindo texto Cibele. Tenho apreciado o seu trabalho e espero conhecê-lo melhor a cada dia. Grande abraço.

Taninha Nascimento disse...

Amiga, que espetáculo!!

A tua escrita me lembra muito a de Clarice Lispector.

Me lembra muito num sentido muito sutil , pois a marca de tua escrita é única, Cibele.



Parabéns, querida!!

magda disse...

To achando que tá dificil esquecer. Vc sabe que o tempo vai apagar, mas está lutando contra isso.

REGGINA MOON disse...

Cibele,

Voce revela sempre um grande talento em textos que nos fazem ler e reler...adoro sua maneira de se expressar e nos revelar sempre postagens marcantes,

Um grande beijo,

Reggina Moon

manuel afonso disse...

Cada vez me impressiono mais com os textos que aqui leio. A escrita não é nada fácil e tem o dom de nos colocar permanentes desafios de interpretação e imaginação.
Sempre a surpreender.

Khaa Olhares disse...

Adoro suas poesias ,mas você "Clariceando" é demais ,poetisa ! bj'KHAAS =)

Ava disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ava disse...

Cibele, lendo voce, e me surpreendendo com seu trabalho....

Muito bom!

E sentir essa sensibilidade que voce coloca é cada palavra é muito bom...

Estive olhando os livros... Parabéns!

Afinal conseguir publicar um livro não é fácil, e vejo que voce vai a luta...


Beijos e carinhos!

Sonia Schmorantz disse...

Quanto talento, quanta imaginação...
lindo!
Tenha ótimo final de semana
beijo

ENIGMA6 disse...

AMIGA...A CADA DIA QUE PASSA SEUS TEXTOS FICAM MARAVILHOSOS...APRECIO SEMPRE VIM AQUI PARA VER AS NOVIDADES LITERÁRIAS..BEIJOS AMIGAS...

Anônimo disse...

Adorei seu texto. Vc escreve com muita imaginação, sensibilidade, emoção e nos leva a viajar por caminhos sempre cheios de surpresas. Parabéns, Cibele, seu texto é magnifíco.
bjOs

Anice disse...

Cibele, adorei seu texto. Você escreve lindamente, com muita sensibilidade, emoção e imaginação, o que nos leva a viajar por caminhos sempre cheios de surpresas.
Parabéns, amiga.
bjOs

Anice disse...

Sem querer, saiu como anônimo minha postagem e não consegui apagá-la. Fiz outro novamente.
Veja acima.
bjos

Úrsula Avner disse...

Querida Cibele, obrigada por sua amável visita e coentário no meu blogger. Bjs.

Alice Isabel disse...

Que bom ter uma nova amiga que também adora "Clariciar"!!! bjo...

O mar me encanta completamente... disse...

Passei para conhecer
teu cantinho.
É lindo e aconchegante.
Tua poesia encanta.
Parabéns.

Beijinho

Glória Salles

Vagner disse...

Lindo texto!

HELOISA AZINARI disse...

CIBELE JÁ TE DISSE QUE VC ME LEMBRAVA CLARICE, NA OUSADIA, NA DUREZA(SEU TEXTO NÃO É FACIL NÃO), NA AUTENTICIDADE, NO TALENTO. BEIJOS

silmerg disse...

Cibele, querida!
Quanto mais "leio" você, mais te adimiro. Parabéns. Beijos

pqueirozribeiro disse...

"Apaguei a luz ...
e um cansaço nos ouvidos
parecido com um suspiro, surgiu.
Era ela. Voltou como se nunca tivesse partido
parou subitamente, sorriu debochadamente e disse :
- Mais um encontro contigo ? isso é insuportável
Calei-me porque é nela que me inspiro - Ela é o caminho
e ficou claro que mulher alguma ocupou meu lugar ...
seria uma provação e tanto !
sem se impressionar com meu silêncio,
murmurava versos impronunciáveis - sedutora e espelhada.
Confesso que gostaria de escrever da mesma forma
mas não consigo me livrar da minha dúbia reputação
e de toda essa velharia.
E a sedutora Clarice rebatia ...
- para que a consciência existe ? hei de te recompensar
pela sua malícia.
Quando terminares avisa !
eu me sentia fria, exausta ... é assustador por onde ela caminha,
mas é assim que acontecem as frases não ditas.
Ela vai me inventar !"

Forte, verdadeiro e uma linda homenagem! Um tributo.

Imóveis à venda disse...

Conheça o melhor site de Imóveis do Litoral. Acesse www.IMOVEISAVENDA.net e saiba mais!!!