terça-feira, agosto 25

LAÇOS DE FAMÍLA

Morreram todos - o último laço se rompeu
Pairava sobre mim uma grande náusea
por uma história
que ainda procuro acomodar seus versos.

- Se vocês soubessem como a vida se desfaz ...

É como se a própria morte fosse a vida
te olhando de um forma
que apenas seus olhos podem ver
sem que se cruzem os olhares.
E por tudo isso ...
o silêncio pesa e rostos se desfazem.

(Cibele Camargo)

44 comentários:

εïз εïз Doce Essencia εïз εïз disse...

Querida Cibele,

Teus textos sao lindos !
As palavras tem um fundamento tao grande,e muito gostoso te ler.
Menina linda,espero que vc tenha recebido meu e-mail,qdo ao erro do link para acompanhar o blogger do Jardim de Borboletas..rs
Arrumei,ta ?
Mas se vc puder tera que se cadastrar novamente,sera uma honra para mim,que recebas as atualizaçoes do Jardim.

Doces Beijos

Doce Essencia

João de Sousa Teixeira disse...

De um poema de José Gomes Ferreira:

Abaixo o D. Quixote
Que só nos emperra
De neblina!
- E viva o Archote
que incendeia a terra,
mas ilumina.

Saudações
João Teixeira

Michiamomari, e disse...

oi... bom dia... e obrigado!!! por ter ligado com meu blog
mas foi um caso, o REALMENTE vc està enteressada nos assuntos que trato??
e pode entender italiano?
beijãoooo!

Sandra disse...

Olá minha querida amiga Cibele...

Como sempre vc é Encantadoraaaa....

Ti Adimiro muito como poeta e como pessoa tbem Flor !!!
Ta muito lindo seus poemas como sempre...eles falam no meu ego isso e faz pensar e agir bem melhor ..obgda por vc existir em meu caminho !!
Lindo dia pra vc!!
Beijos Meus pra vc Ninnah!

Wanderley Elian Lima disse...

É Cibele, cada um ente querido que morre, morremos um pouco também. Seu poema é lindo apesar de um realismo cruel.
Beijos

Reis disse...

A que porto levaremos a vida quando partimos? Navegamos num mar tão revolto, agitado, e os instintos desenfreados esvaziam o olhar de quem passa... uma tormenta está próxima ...

Grato pela pegada deixado no meu refúgio... Vida Longa!

Bárbara disse...

Seus textos estão aqui mas uma vez...
Eles são fantásticos!
Dava para ficar horas lendo seus posts, lindo seu blog ^^

Susyanne Alves disse...

OlÁ!

Lindo texto.
Você conseguiu suavizar a dureza da temática.

Abraço.

MiLaGroS disse...

Muy hermosos versos. Un abrazo

O mar me encanta completamente... disse...

A poesia brota em nuances
múltiplas, pode estar em passos
tristes, em desenhos nas nuvens
de algodão, na brisa que refresca.
Há que se ter olhos de ver e poros
abertos para sentir...

Meu beijo, querida.

G I L B E R T O disse...

Cibele

tua poesia é etérea, escapa dos cadernos, dos livros e da tela do PC e ganha nossos corações!


Grato, primeiro por tua poesia, depois, por tua visita em nel mezzo del cammim!

Honra-me te-la por perto, ainda que virtualmente!

mariabesuga disse...

Da profundidade dos sentidos... as palavras.

Estou descobrindo sua poesia, Cibele, e estou começando a sentir-me entrando dentro do espírito das suas palavras...

Um beijo desta lonjura onde ainda assim é possível comunicarmos. O virtual é uma "invenção" fabulosa!!!...

Older disse...

Todos se vão, a vida se esvai por entre os dedos, nossa história se vai com o tempo. Linda composição.
Beijos

Crista disse...

Triste...só tu para descrever tão bem a partida...
Da minha vida só sobrou EU...
E o que sobrou de mim,desesperadamente eu fiz inúmeros nós nesse laço para não voltar a ser só!
Tu és magnífica!

Alegria disse...

Morte um assunto que para muitos assusta, as vezes me fascina meus laços há muito foram cortados, mas creio que um fio da fita que se enlaçava fica presa em nossa alma.

Beijos.

Renata Vasconcellos ou só Rê.

rua do mundo disse...

cibele

fazendo visitinha...belo texto, viu?
beijos procê

fátima queiroz

Paulo Tamburro disse...

CIBELE, creia que este carioca sente-se muito honrada em tê-la como seguidora.

Parabenizo-a pelo sucesseo literário e desejo-lhe êxitos
continuados, nesta empreitada.

E pensar CIBELE que a poesia já foi instrumento de debacles e enfrentamentos entre Platão e Homero.

Platão se insurge contra os versos heroicos e ufanistas de Homero quando afirma que:

-"...a cidade de Atenas não evoluiria enquanto houvesse uma educação calcada em poemas heróicos, nos quais os deuses eram coniventes com as atrocidades humanas, a ponto de aceitar suborno por parte desses".


Desde estas futricas clássicas como evoluiu a poesia, concorda CIBELE?

Evoluiu e encantou , principalmente quando você diz;

-"Finalmente ... O vinho !
a novidade do dia é tirar uma dúvida...
o resto pouco importa.
Fatalmente apareceu alguém que finge
ser alguma coisa."

Extarordináro em essência e ...intenções.

Só me questiono CIBELE se seria realmente, a dor a força motriz da poesia;


Só me questiono se é o sofrimento que libera as palavras fáceis que bordam poemas como muheres rendeiras nordestinas, belas peças e utensílios que são também, verdeiros poemas aos vestir-se.

Questiono, apenas para ser um contraponto motivador da sua obra se teria razão, você ao dizer em versos que :

-"Não preciso falar dos porões do amor, sou mais ousada e real que isso,experimentei dor bem mais cruel.
Desde então minhas emoções explodem
em versos fáceis de seguir".

Nós os judaicos-cristãos interligamos, irremediavelmente o amor a sofrimento, talvez , por parte dos cristãos pelo martírio de Cristo, na cruz , por amor à humanidade.

Acho que é uma herança atávica que reina sobre nossos inconscientes coletivo, pois o amor mesmo que às vezes impiedosamente cruel, é tão educativo, quanto Platão reclamava de Homero,que só materializava nos seus versos em vitórias objetivas,concretas, Cartesianas, esquecendo-se dos benefícios extraordinários de uma poesia mais educativa, para o corpo , a cidade e os espiritos.

Mesmo tendo como foco:a perda , a derrota...e a saudade!

Cibele,êxitos!

daufen bach. disse...

Lindo Poema!
pelo que já de tuas poesias,
possuis a cadência e densidade de poeta.

abraço a ti.

Márcio Kindermann disse...

Gostei daqui, voltarei!
Abç

Úrsula Avner disse...

Oi querida Cibele, há muita profundidade e essência poética em sua escrita. Bj.

Inez Gelatti disse...

Cibele,
Frequentemente venho aqui ler as tuas poesias, hoje trouxe um convite:
Eu gostaria de te convidar a participar numa dinâmica de blogguers:

1.- Você deve copiar a imagem "Honest scrap" do meu blog "Destilador" www.destilador.blogspot.com e colocá-a no seu.

2.- Mencionar quem lhe convido prá participar.

3.- escrever 10 coisas honestas acerca de você.

4.- Convidar mais 8 pessoas para participar nessa dinâmica.

Veio do México para mim o convite, Resih é leitor do Destilador e sou leitora do blog dele! ;)

Grande abraço!

Inez

anareis disse...

Querida(o) nova(o) amiga(o), estou precisando muito de novos amigos pra me auxiliarem no meu projeto. Estou criando uma minibiblioteca comunitária e outras atividades pra crianças e adolescentes na minha comunidade carente aqui na minha comunidade carente no Rio de Janeiro,eu sózinha não conseguirei,mas com a ajuda dos amigos sim. Já comprei 120 livros e também ganhei livros até de portugal dos meus amigos dos meus blogs:Eulucinha.blogspot.com ,se quiser pode visitar meus blogs do google,ficarei muito contente. A campanha de doações que estou fazendo pode doar qualquer quantia no Banco do Brasil agencia 3082-1 conta 9.799-3 ou pode doar livros ou pode doar máquina de costura ou pode doar retalhos,ou pode doar computadores usados. Qualquer tipo de doação será bemvinda é só mandar-me um email para: asilvareis10@gmail.com , eu darei o endereço de remessa. As doações em dinheiro serão destinadas a compra de livros,material de construção,estantes,mesas,cadeiras,alimentos,etc. Se voce puder arrecadar doações para doar ao meu projeto serei eternamente grata. Muito obrigado pela sua atenção.

Anônimo disse...

Cibele, bom dia!

O seu Blog é lindíssimo! Belas e profundas palavras. Bem vinda querida.

Beijos,
Selma Araújo

wcastanheira disse...

Uma delícia seu texto suavisa o ouvido e adoça o coração, ao mesmo tempo desperta nosso lado de pseudo escritores, parabéns, suave e instigante. Bjossssssssss!!

Alatriste disse...

La familia es algo básico en nuestras vidas. Un beso y gracias por visitar mi desván.

ellen disse...

Obrigada pela sua visita Cibele :)
Gostei do seu Blog. Parabéns!

Um beijinho para si

Lice Soares disse...

Belo espaço, belos textos.
Parabéns!

Men@ disse...

É sempre um grande prazer visitar o seu espaço...
Tem um "selo" de indicação prá você
lá no meu "blog"...
Vá buscar, é todo seu...
Men@
MeNiNoSeMJuIzO

Men@ disse...

É sempre um grande prazer visitar o seu espaço...
Tem um "selo" de indicação prá você
lá no meu "blog"...
Vá buscar, é todo seu...
Men@
MeNiNoSeMJuIzO

Sashindoubutsu disse...

very profound :)

TRIBUNA-BRASIL.COM (O Indignado) disse...

Oi CIBELE, ganhastes um prêmio.O Tribuna Brasil aguarda sua visita.Abrçs(O INDIGNADO).

O CANTO DE MARIA disse...

Denso poema....
realista ..verdadeiro.....
gostei muito.

Mai disse...

E a morte e a vida são sempiternas e, opostamente complementares.
Belo blog.
Abraços,

Maria Emília disse...

Cara amiga,
Li muito pouco da sua poesia mas a ver pelos seus seguidores, é decerto, muito apreciada.
As palavras deste seu poema são lindas e fortes mas não as entendo da forma como estão arrumadas. Defeito meu, quem escreveu o poema é que sabe a mensagem que pretende deixar. É aí que me vejo do lado contrário e se calhar a sua mensagem é mesmo essa e eu não a entendo: é que eu penso que nada se desfaz, nada se rompe, tudo se transforma.
Um grande abraço,
Maria Emília

Luísa disse...

Belo pesar no pensar!
Verdadeiro o intensamente audaz!
Beijinho terno!

Mariano P. Sousa disse...

Ôi Cibele!
teu blog é um encanto, é sempre bom passar aqui e viajar em belos poemas!
Beijos!

La Hormiga disse...

Hola Cibele,
gracias por ser parte de uno de mis "seguidores". Ojalá puedas comentar alguno de mis poemas.

Saludos

EDUARDO POISL disse...

AMIGOS

«Mais que uma mão estendida
mais que um belo sorriso
mais do que a alegria de dividir
mais do que sonhar os mesmos sonhos
ou doer as mesmas dores
muito mais do que o silêncio que fala
ou da voz que cala, para ouvir
é, a amizade, o alimento
que nos sacia a alma
e nos é ofertado por alguém
que crê em nós.»


Desejo um lindo final de semana com muito amor e carinho.
Abraços

M. Angel disse...

Toda tu poesía preciosa, pero me encanto este verso. SI SUPIERAS COM LA VIDA SE DESMORONA.

Todo se desmorona y acaba. Todo tiene su fin acá en esta vida. Otra nos espera llena de luces y amor.

Abrazo

Principe Encantado disse...

Gostei muito do conteúdo de seu blog, você esta de parabéns.Gostaria de saber
se existe interesse em torcar nossos links, se sim deixe seu recado em meu mural.
Te espero por lá, ok?
Felicidade! É inútil buscá-la em qualquer outro lugar que não seja
no calor das relações humanas... Só um bom amigo pode levar-nos pela mão e nos libertar.
Abraços forte

CelyLua - O blog das Letras disse...

Querida Princesinha Cibele,
Felicitações...

Vim agradecer sua visita e também seu seguimento no meu blog.
Fiquei super feliz, muito obrigada!
Seu blog é belíssimo!
Repleto de riquíssimos textos e imagens deslumbrantes...
Ou seja, as suas palavras e as imagens fazem uma junção encantadora...
Seu poema é fascinante, repleto de lirismo e sensibilidade.
Palavras certamente vindas do espírito que busca o sentir da essência das idéias...
Adorei ler vc Princesinha!
Voltarei mais vezes...
Enfim, seus textos são preciosidades que fez navegar meu espírito no oceano das boas emoções poéticas.
Tua inspiração é divina, parabéns!
Deus abençoe sua vida infinitamente.
Feliz final de semana!
Beijos de carinho,
Com apreço e reverencia,
CelyLua, Amiga e fã da sua doce inspiração...

Muito obrigada!

Tais Luso de Carvalho disse...

Olá, Cibele...poema lindo e para refletir; e como disseste, nada água com açucar. Era o que eu esperava.

bjs
tais luso

Carla Silva disse...

Delícia de poema.

Imóveis à venda disse...

Anuncie seu imóvel ou busque o seu apartamento ou casa no melhor site do Litoral. Acesse www.IMOVEISAVENDA.net e saiba mais!!!